Pesquisas recentes mostram a importância de ecossistemas costeiros e estuarinos para o sequestro de dióxido de carbono atmosférico. Tratando-se de ecossistemas de transição entre continente-oceanos e cobrindo áreas de grande importância econômica e ecológica, estuários abrigam importante fauna bentônica que atuam ativamente na ecologia e em processos sedimentares dulcíolas e marinhos. Utilizando a fauna bentônica de ambientes estuarinos como modelos biológicos, esse grupo procura utilizar as melhores previsões climáticas futuras disponíveis para estuários brasileiros para avaliar seu efeito em organismos, comunidades ou nos principais processos ecológicos naturais existentes.

 

Projetos

  • A influência da complexidade estrutural de bosques de manguezal em larga escala espacial sobre a distribuição das comunidades bênticas macrofaunais (Resp.: Prof. Dr. Paulo Roberto Pagliosa - UFSC)
  • Comunidades bentônicas marinhas em manguezais do estado do Espírito Santo: biodiversidade, funcionamento trófico e bioindicadores de qualidade ambiental (Resp.: Prof. Dr. Angelo Fraga Bernardino - UFES)
  • Sedimentos de manguezais como sumidouros de carbono: quantificando o enterramento de CO2 em estuários e sua relação com a ecologia do bentos estuarino (Resp.: Prof. Dr. Angelo Fraga Bernardino - UFES)
  • Caracterização e monitoramento das associações de macroinvertebrados de áreas fluviais e estuarinas afetadas pelo acidente do duto OLAPA (Paraná, Brasil) em fevereiro de 2001 (Resp.: Prof. Dr. Paulo da Cunha Lana - UFPR)
  • Caracterização ambiental da Bacia de Santos - Síntese das informações pretéritas: Recorte temático Estuários (Resp.: Prof. Dr. Paulo da Cunha Lana - UFPR)
  • O desempenho de índices bênticos de qualidade ambiental em distintas escalas de variabilidade espaço temporal de um estuário subtropical (Resp.: Prof. Dr. Paulo da Cunha Lana - UFPR)
  • Dinâmica populacional e produção secundária de Uca (Brachyura: Ocypodidae) ao longo de um gradiente estuarino: avaliando modelos biológicos bentônicos para estudos de mudanças climáticas em ecossistemas costeiros brasileiros (Resp.: Prof. Dr. Angelo Fraga Bernardino e Biol. Carolina Ortulan Pereira)
  • Áreas úmidas marinhas na costa Atlântica Americana: efeito estufa e bioindicadores do estoque de carbono e de mudanças climáticas. (Resp.: Prof. Dr. Paulo Roberto Pagliosa - UFSC)
  • Rede de Monitoramento de Ecossistemas Bentônicos Estuarinos: Estação Ecológica Juréia-Itatins (SP) e Baía de Paranaguá (PR) como modelos regionais para estudos sobre Mudanças Climáticas (RESP.: Prof. Dr. Ronaldo Adriano Christofoletti – UNIFESP)

 

 

 

 

 

Fomento

Vínculo